«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

27
Ago 09

Declaração de Edward Green, director do Aids Prevention Research Project de Harvard


O director do Aids Prevention Research Project da Harvard School of Public Health, Edward Green, assegurou que na polémica sobre a Sida/Aids e o preservativo Bento XVI tinha razão.

 

Ao intervir no “Meeting pela amizade entre os povos” de Rímini o cientista, considerado como um dos maiores especialistas na matéria, confessou que “lhe chamou a atenção como cientista a proximidade entre o que o Papa disse no mês de Março passado nos Camarões e os resultados das descobertas científicas mais recentes”.

 

“O preservativo não detém a Sida/Aids. Só um comportamento sexual responsável pode fazer frente à pandemia”, destacou.

 

“Quando Bento XVI afirmou que na África se deviam adoptar comportamentos sexuais diferentes porque confiar só nos preservativos não serve para lutar contra a Sida/Aids, a imprensa internacional escandalizou-se”, continuou constatando.

 

Na realidade o Papa disse a verdade, insistiu: “o preservativo pode funcionar para indivíduos particulares, mas não servirá para fazer frente à situação de um continente”.

 

“Propor como prevenção o uso regular do preservativo na África pode ter o efeito contrário  – acrescentou Green. Chama-se ‘risco de compensação’, sente-se protegido e expõe-se mais”.

 

“Por que não se tentou mudar os costumes das pessoas? – perguntou o cientista norte-americano. A indústria mundial tardou muitos anos em compreender que as medidas de carácter técnico e médico não servem para resolver o problema”.

 

Green destacou o êxito que tiveram as políticas de luta contra a Sida/Aids que se aplicaram no Uganda, baseadas na estratégia sintetizada nas iniciais “ABC” por seu significado em inglês: “abstinência”, “fidelidade”, e como último recurso, o “preservativo”.

 

“No caso da Uganda – informou – obteve-se um resultado impressionante na luta contra a Sida/Aids. O presidente soube dizer a verdade ao seu povo, aos jovens que em certas ocasiões é necessário um pouco de sacrifício, abstinência e fidelidade. O resultado foi formidável”.

 

 

(Fonte: 'Zenit' com adaptação ortográfica de JPR)

publicado por spedeus às 22:03

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO