«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

30
Out 09
Filme narra a criação de refeitórios e dormitórios em Roma e testemunha compromisso do Papa em favor da paz

A ajuda oferecida pelo Papa Pio XII em favor das vítimas da II Guerra Mundial, independentemente de sua religião, pode agora ser constatada através de filmes recentemente redescobertos.

O achado mais surpreendente é a película “Guerra à Guerra”, realizada em 1948 por Romolo Marcellini e Giorgio Simonelli. O filme, de 67 minutos, foi encontrado na Cinemateca Italiana, em estado bastante deteriorado.

No documentário, que em algumas passagens apresenta uma história cinematográfica, podem-se ver “imagens extraordinárias da Segunda Guerra Mundial, particularmente duras, mas muito eficazes para sublinhar o drama do conflito”, explicou Claudia Di Giovanni, delegada da Filmoteca do Vaticano AQUI.

O espectador pode ver como o Papa converteu as grandes salas do palácio apostólico de Castelgandolfo em dormitórios para mulheres e crianças refugiadas. O filme inclui sequências da Praça de São Pedro e da Basílica de São João de Latrão, em Roma, onde por indicação de Pio XII se criaram refeitórios para dar de comer à população que atravessava a penúria da guerra.

O documentário “é particularmente importante pois representa a tentativa do catolicismo de comunicar a sua oposição à guerra através do cinema. O filme não pôde praticamente ser distribuído no período pós-bélico, mas é um testemunho fundamental do compromisso do Papa Pio XII em favor da paz”, referiu a delegada da Filmoteca Vaticana.

“A restauração do filme foi apresentada no festival de cinema de Veneza, em Setembro passado, impressionando a crítica e o público”, afirmou Claudia Di Giovanni. Os realizadores optaram por “um estilo narrativo inspirado no neo-realismo, simples mas eficaz, que não oculta o horror, mas representa-o em toda a sua realidade mais que explícita, sobretudo se consideramos que se trata de um filme de 1948”, acrescentou.

A Filmoteca Vaticana, que colaborou com a Cinemateca Italiana na restauração do filme, possui uma cópia que será projectada fora do circuito comercial.

Outros documentos audiovisuais

A película “Guerra à Guerra” não é o único testemunho audiovisual que narra a ajuda de Pio XII aos necessitados, entre os quais também havia judeus.

A Filmoteca Vaticana recebeu recentemente 70 filmes que documentam a actividade da Pontifícia Obra de Assistência, criada pelo Papa Pio XII para ajudar as vítimas da Segunda Guerra Mundial, informou Claudia di Giovanni.

Instituída em 1944 com o nome de Pontifícia Comissão de Assistência aos Refugiados, ofereceu os seus serviços até 1970, assistindo os pobres, enfermos, encarcerados e vítimas dos desastres naturais.

Com Zenit

Internacional | Agência Ecclesia | 2009-10-29 | 15:21:20 | 3331 Caracteres | Cinema


(Fonte: site Agência Ecclesia)
publicado por spedeus às 00:06

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO