«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

31
Dez 09
Em pleno debate sobre a reforma da saúde, o presidente Barack Obama surpreende a opinião pública dos Estados Unidos com a atribuição de fundos destinados a combater a SIDA/AIDS no mundo em desenvolvimento. A polémica centra-se na decisão de repartir o dinheiro para lutar também contra outras doenças como a pneumonia ou a diarreia. Segundo os responsáveis do plano, este novo ponto de vista permitiria salvar mais vidas.

Mas os activistas contra a sida mostram-se muito críticos com o plano. "Custa-me a acreditar, mas fez menos que George Bush", disse Gregg Gonsalves, um veterano activista em declarações ao New York Times (9-12-09). "No assunto da sida, Bush realmente deu um passo em frente. Fez avanços formidáveis. É deprimente que isto não se tenha passado com Obama".

Na verdade os planos contra a sida propostos por Bush nunca foram pacíficos. O ex Presidente era partidário de promover, juntamente com as doações destinadas ao fornecimento de tratamento antiretroviral aos infectados pelo VIH, a estratégia da abstinência entre os jovens.

Esta maneira de ver não agradava a todos os activistas. Mas, pelo menos, ficava claro que Bush se tinha envolvido no assunto dos antiretrovirais. Desde 2003, o seu plano de emergência (Pepfar) permitiu que o número de pessoas tratadas contra o vírus da sida nos países subsarianos tenha passado de 50.000 para 2,4 milhões.

Em face destes resultados, não é de estranhar que o Congresso decidisse em Março de 2008 continuar a financiar a luta contra a pandemia mediante este programa - que destinava também fundos a favor da abstinência - com uma doação de 50.000 milhões de dólares para os próximos cinco anos.

Com a mudança de Administração, o programa de Bush ficou suspenso. Como é lógico, havia muita expectativa para conhecer o novo plano de Obama contra a sida. E o resultado foi desconcertante.

De entrada, o plano reajusta o acesso aos antiretrovirais: o objectivo é que em 2014 pelo menos quatro milhões de afectados pelo VIH recebam os medicamentos. Isto reduz o ritmo que levava o Pepfar, pois passa de meio milhão de pessoas ajudadas para 320.000.

Mas, em contrapartida, o plano prevê que na parte dos fundos para a luta contra a sida se incluam também outras doenças como a pneumonia e a diarreia.

Por muito que custe aos activistas, a nova perspectiva de Obama tem a sua lógica. A Unicef há muitos anos que vem avisando que, enquanto a sida leva a parte de leão, outras doenças causam muito mais mortes, sobretudo em crianças.

É verdade que ainda mais de metade dos infectados com o vírus da sida não recebem tratamento, e em 2007 morreram dois milhões. Mas a pneumonia mata um número igual de crianças com menos de 5 anos, e a diarreia, outro milhão e meio. E os esforços para evitar tal mortandade infantil seriam muito menos dispendiosos.

Esta tem sido a política que tem guiado Eric Goosby, novo director da Pepfar, na elaboração do plano. "Se se dispõe de recursos limitados, não é razoável e ético atender primeiro os doentes?"

Goosby também assegura que o novo plano para combater a sida prestará mais atenção na prevenção da epidemia e nas estratégias para travar a transmissão do vírus de mãe para filho.

O plano Obama, pelo contrário, guarda silêncio sobre algumas questões controversas. Não diz nada acerca do dinheiro que vai destinar o Pepfar aos programas centrados na abstinência.

Aceprensa
publicado por spedeus às 00:03

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO