«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

28
Jul 10

Organização católica lembra centenário de Madre Teresa de Calcutá

A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) apoia milhares de comunidades de religiosas de vida activa e contemplativa em todo o mundo, lembrando que elas são os anjos visíveis para milhares de crianças, idosos e mulheres, principalmente pobres, doentes, marginais, órfãos, sem-abrigo e excluídos da sociedade.

As irmãs ao serviço da Igreja que sofre têm recursos muito modestos que, na maior parte das vezes, são insuficientes para cobrir os gastos adicionais, como é o caso das obras de reparação e aquecimento, para além dos custos com a água, gás, electricidade, alimentação e medicamentos.

Estas religiosas confiam humildemente na ajuda do exterior, dos amigos e de outras pessoas atentas, pelo que a AIS espera que possam ser apoiadas para continuarem a ser um sinal de esperança e uma bênção de Deus para todos aqueles que se deixam tocar pelo seu maravilhoso testemunho.

Na região de Caxemira, na Índia, as Irmãs Missionárias da Caridade, ordem fundada pela Madre Teresa de Calcutá, ensinam as crianças dos bairros que, de outra forma, não teriam perspectivas de futuro.

Outras religiosas ensinam meninas e mulheres a costurar e a bordar, ou cuidam dos doentes.

Os casos de fanatismo não são raros e, por vezes, as escolas enfrentam situações limite. Apesar de tudo, são precisamente as escolas católicas que frequentemente contribuem para melhorar a convivência.

Entre as figuras de religiosas que se distinguiram na Igreja e no mundo está Agnes Gonxha Bojaxhiu, a futura Madre Teresa de Calcutá (1910-1997), beatificada por João Paulo II em 2003.

Uma mulher pequenina e aparentemente frágil, que tinha abandonado o mundo e uma vida confortável, que tinha iniciado a sua obra sem um cêntimo, que tinha levado uma vida de extrema pobreza, no fim da vida teve o mundo a seus pés, impressionado.

A AIS associa-se à comemoração do 100.º aniversário do nascimento de Madre Teresa da Calcutá, colocando à disposição de todos os seus benfeitores o livro «Amor sem limites».

Da autoria de um fotógrafo japonês ateu, “Madre Teresa de Calcutá - Amor sem limites” reúne as fotografias através das quais Morihir Oki testemunhou o trabalho da prémio Nobel da Paz junto da população indiana mais carenciada, desde os doentes às crianças, passando pelos moribundos e pelos doentes mentais.

Esta é uma obra em destaque no Catálogo de Verão da AIS: as receitas destes produtos revertem em favor de vários projectos de religiosas, por todo o mundo.

Durante o mês de Agosto, todas as comunidades das Missionárias da Caridade em Portugal (Lisboa, Setúbal e Algarve) vão dedicar um momento especial na hora de adoração eucarística diária, para apresentar as intenções de oração de todos aqueles benfeitores da Fundação AIS que colaborarem nesta campanha de ajuda às irmãs, e também por todos aqueles que quiserem enviar o seu pedido de oração.

Para encomendar o livro ou enviar pedidos de oração ligue para 217544000 ou visitewww.fundacao-ais.pt

Departamento de Informação da Fundação AIS

(Fonte: site Agência Ecclesia)

publicado por spedeus às 16:54

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO