«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

30
Set 10

Sócrates atirou, finalmente, a toalha ao chão. À sua maneira, anunciou medidas, tornadas inevitáveis, como se tivesse sido uma decisão sua e não contradissessem o que tem anunciado.

 

A necessidade que Teixeira dos Santos sentiu de clarificar que o corte salarial era para durar, e não apenas para 2011, como havia dito o PM, é elucidativa de quem fez as contas. Mais coisa menos coisa, estas nem eram muito difíceis de fazer. Exigiam cortes na despesa e aumentos de impostos.

 

A redução dos vencimentos dos funcionários públicos, tinha-se tornado obrigatória em função da incapacidade do governo de reformar a administração pública e controlar o despesismo latente na miríade de serviços e instituições que a constituem ou dela emanam. Agora, na medida em que contribuem para corrigir o défice, acelerar as reformas passará a ser uma prioridade para os funcionários públicos, a sua rede de segurança. Às vezes, nem tudo o que parece é.

 

Quanto às restantes medidas, sabem da minha predilecção: garantir a rede social que assegure um mínimo de subsistência digno; não abdicar de tentar crescer. Não ouvi referências a incentivos fiscais ao investimento e à exportação. Não gosto de aumentos do IVA por penalizarem as famílias de rendimentos mais baixos, forçadas a gastar o que ganham. Percebo que é um dos impostos que produz efeito mais depressa.

 

Estas medidas não são perfeitas. Como disse o ministro, há espaço para negociar. Como já avisei, isto vai doer. Doeria menos se tivéssemos agido mais cedo. Assim, teve de ser!

 

ALBERTO CASTRO, PROFESSOR UNIVERSITÁRIO

 

(Fonte: JN online)

publicado por spedeus às 00:37

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO