«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

24
Mai 08



















Apesar de a maior parte viver há já bastante tempo longe dos respectivos Países, mantêm muito viva a recordação da sua terra natal. “Tenho um grande desejo de contribuir na formação dos jovens do meu País – disse Dominique Hélou, libanês -. Infelizmente, frequentemente abandonam o País ou deixam-se levar pelo desencorajamento. Penso que naquela região os cristãos devem dar testemunho e que a sua presença seja fundamental para o futuro do Líbano”.

Dominique ensinou em algumas escolas em França e no Líbano. Agora compete-lhe “ajudar espiritualmente as almas, pregar, confessar e ministrar os outros Sacramentos”.

As novas tarefas emocionam-no, mas em simultâneo sente-se encorajado: “Uma máquina de café poderá ser de ouro, prata ou latão. É indiferente: o importante é que faça o café. Ora, eu vejo-me como uma máquina de café, e será Deus a servir-se de mim para fazer chegar a Sua graça às almas. Basta que o café seja bom e isso deixa-me tranquilo”.

A actividade pastoral de Dominique Hélou desenvolver-se-á no Líbano, aonde o trabalho apostólico do Opus Dei se iniciou há dez anos. “Como em outras áreas do mundo – afirma Dominique – a actividade da Prelatura consiste em dar formação humana e espiritual, através de actividades que se dirigem a pessoas das mais diversas condições sociais. Gostaria também de salientar, que o trabalho apostólico mais relevante é aquele realizado por cada fiel do Opus Dei entre os próprios colegas de trabalho”.

José Antonio Brage é um outro dos ordenados. Ingressou na escola Naval de Pontevedra (Espanha) há 18 anos e em pouco tempo tocou os portos de mais de vinte países. “Apercebi-me assim – explica -, que a maior pobreza que existe no mundo, é a ausência de Deus. Levar as pessoas até Cristo é o maior bem que se pode realizar, e esta é a missão do Sacerdote”.

Durante os dois anos passados na Marinha, a navegação – diz – jamais foi um obstáculo para dar passos em frente na vida Cristã, mas sim uma grande oportunidade.

“Frequentemente os meus amigos e conhecidos perguntavam-me se não achava difícil manter uma vida de proximidade com Deus, com práticas de piedade como a Oração mental, a Santa Missa ou rezar o Terço durante dias tão cansativos. Na verdade é exactamente o oposto. Digo sempre que a melhor oração da minha vida fi-la passeando no convés, em alto mar…”

“O mar diz-nos tanta coisa sobre Deus. Vem-me à memória uma recordação dos meus primeiros anos na Marinha: ao lado da porta de entrada na Capela da Escola Naval Militar, existe uma lápide com a inscrição ‘Quem não souber rezar percorra os mares e verá que aprende logo’. É uma grande verdade: sucede assim que abrimos os olhos à alma”

Os novos Sacerdotes provêm de 15 países: Argentina, Brasil, Costa Rica, Espanha, Filipinas, França, Guatemala, Itália, Quénia, Líbano, México, Peru, Polónia, Portugal e Venezuela

(Tradução a partir do site do Opus Dei – Itália da responsabilidade do autor do blogue)


Pedro Regojo, ordenado hoje em Roma, celebrará Missa Nova pelas 16h00 de Domingo, dia 8 de Junho no Mosteiro dos Jerónimos
publicado por spedeus às 21:01

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO