«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

25
Out 08

Um premente apelo a favor da paz, da justiça e da liberdade religiosa na Terra Santa, Líbano , Iraque e Índia foi entregue na tarde desta sexta feira ao Papa pelos Patriarcas e Bispos Orientais presentes no Sínodo.


No texto, os prelados exprimem ao Papa profundo reconhecimento por este “sempre ter elevado, pronta e incansavelmente, súplicas a Deus, fazendo também ouvir a sua voz a favor dos irmãos e irmãs do Oriente”. E é assim, do mesmo modo, que, “como discípulos de Cristo, pais e chefes das Igrejas Orientais católicas”, estes imploram a Deus e a todos dirigem um “apelo para que se confirmem todos os esforços para favorecer por toda a parte a paz, na liberdade, na verdade e no amor”.
 
Os Patriarcas católicos orientais referem toda a sua preocupação e solidariedade perante “os sofrimentos de tantos nossos fiéis e filhos”, “pessoas em extrema dificuldade pela idade, saúde e necessidades espirituais e materiais”, sentem-se no “dever de se fazerem intérpretes das suas justificadas expectativas para que se assegure sem mais tardar a cada um uma vida digna, numa profícua convivência social”.


Trata-se – dizem – de “um imperativo” ao qual não podem nem querem subtrair-se. E pedem, portanto, “paz, na justiça (de que é garantia uma efectiva liberdade religiosa)”, especialmente para a Terra Santa, Líbano, Iraque e Índia.

Prestando “homenagem aos cristãos que perderam recentemente a vida em fidelidade ao Senhor” e “encorajados pela fraternidade” manifestada pelo Papa e pelos Padres sinodais, os Patriarcas católicos do Oriente apresentam, a diferentes grupos de pessoas, uma série de solicitações: - “aos cristãos e a todos os homens de boa vontade, para que pratiquem o respeito e o acolhimento do outro na vida quotidiana, tornando-se próximo de todos os que se encontram na necessidade, próximo e distantes; - “aos pastores e responsáveis religiosos, para preguem e favoreçam tal atitude, apoiando e multiplicando as iniciativas de mútuo conhecimento, de diálogo e de socorro; - “à comunidade internacional e aos homens de governam, para que garantam a nível legislativo a autêntica liberdade religiosa, superando toda e qualquer discriminação e ajudando todos os que são constrangidos a deixar a sua terra por motivos religiosos”.
 
Os Bispos, “pastores do Oriente”, concluem este “humilde mas insistente apelo”, exprimindo a esperança de que este possa ser “uma via em direcção à paz”.
 
(Fonte: site Radio Vaticana)
publicado por spedeus às 14:22

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO