«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

29
Abr 09

O Papa Bento XVI pede aos católicos, muitas vezes levados a ver na Igreja talvez mais o pecado e o que é negativo, que amem a Igreja e descubram a sua beleza. O pedido foi feito durante a audiência geral desta quarta-feira na Praça de São Pedro, perante cerca de 30 mil fiéis, ilustrando-lhes a figura de São Germano de Constantinopla, patriarca que se demitiu e se auto exilou em polémica com o Imperador Leão III, nos tempo da crise iconoclasta no século VIII.
 
O imperador tinha limitado o culto dos ícones, considerando-o idolatra.Entre os três elementos pelos quais, a tantos séculos de distância é útil conhecer São Germano, Bento XVI indicou o convite a amar a Igreja. Da Igreja - observou – vemos talvez mais o pecado e o que é negativo, mas com a luz da fé podemos também hoje e sempre redescobrir na Igreja a beleza divina, é na Igreja que Deus se torna presente e permanece presente na adoração, é na Igreja – acrescentou – que fala connosco e que recebemos o perdão de Deus, que aprendemos a perdoar.
 
"Peçamos a Deus que nos ensine a ver na Igreja a sua beleza e a sua esperança no mundo, e nos ajude a ser também nós transparentes para a sua luz."
 
Bento XVI a concluir reafirmou a importância de redescobrir a beleza e a dignidade da liturgia e de a celebrar conscientes da beleza e dignidade de Deus, e fazer ver na liturgia um pouco do esplendor de Deus.
 
Esta a saudação do Papa em língua portuguesa:
 
Amados peregrinos de língua portuguesa, uma saudação afectuosa para todos, especialmente para os grupos do Brasil e de Portugal! Que a vossa amorosa adesão a Cristo e à Sua Igreja se robusteça ao professardes a fé nestes lugares santificados pelo testemunho dos Apóstolos Pedro e Paulo, que serviram Cristo e amaram a Igreja até ao martírio. A todos sirva de estímulo e conforto a Bênção que vos dou a vós, aos vossos familiares e comunidades eclesiais.
 
 
(Fonte: site Radio Vaticana)

publicado por spedeus às 17:29

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO