«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

29
Abr 09
“A Jordânia viveu 3 visitas papais na sua História moderna: o Papa Paul VI visitou a Jordânia em 1964, o Papa João Paulo II em 2000 e agora o Papa Bento XVI iniciará a sua peregrinação apostólica à Terra Santa pela Jordânia. Mas a Jordânia não é um lugar de passagem, pelo contrário é um destino sagrado, um estado com uma viva comunidade cristã.”

Há muita expectativa à volta da visita de Bento XVI à Terra Santa. Qual é a sua importância? Quais são os objectivos? Qual será o impacto e consequências para Médio Oriente e a situação nesta região?Uma série de entrevistas procurará responder a estas perguntas que dizem respeito à visita papal de 8 a 15 de Maio. Nesta entrevista, o porta-voz oficial da Igreja católica na Jordânia para a comunicação social, e editor do site católico abouna.org, fala da importância da visita do Papa à Jordânia.

“A visita do Papa é importante desde muitos pontos de vista. Primeiro, para confirmar a presença cristã na Jordânia. Nós temos, graças a Deus, um bom número de cristãos de várias denominações. A maioria pertence à Igreja Ortodoxa mas existe também a Igreja Católica, que em todos os seus ramos tem mais de 80 ou 90 mil cidadãos católicos. Mas o Papa não vem apenas para os católicos, mas também para unir os cristãos.

Em segundo lugar, existe uma relação formal entre a Jordânia e o Vaticano desde 1994, e estas relações podem ser descritas como boas e amigáveis. Este ano, 2009, celebramos o 15º aniversário da criação das relações diplomáticas entre a Jordânia e a Santa Sé, uma relação que está destinada a uma maior cooperação para construir a paz, especialmente tendo em conta que a Jordânia é uma voz moderada no processo de paz do Médio Oriente, particularmente nos dois focos principais: o Iraque e a Palestina.”
 
 
(Fonte: H2O News)
publicado por spedeus às 17:35

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO