«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

29
Abr 09
Os custos passarão, por inteiro, para o Governo seguinte. Mas ao contrário de outras medidas que não devem ser tomadas em final de legislatura, esta agradece-se.
 
Um estudo recente do Banco de Portugal confirma que a educação é uma das armas mais eficazes de combate à pobreza. Uma quase vacina. Em contrapartida, uma baixa escolaridade constitui um dos mecanismos mais eficientes na sua transmissão. Pais pobres e poucos escolarizados são um dos principais factores explicativos do abandono escolar precoce. Vítimas desse abandono, os seus filhos chegam ao mercado de trabalho desqualificados, ocupando empregos mal remunerados e prolongando, desta forma, a situação de pobreza das gerações passadas nas gerações seguintes.

Em Portugal, há, hoje, quase sessenta mil jovens entre os 16 e os 18 anos que deixaram a escola sem concluir o ensino secundário. Destes, mais de 40 mil não frequentam, sequer, nenhum tipo de formação. É o melhor indicador do fracasso do nosso sistema educativo e um dos mais preocupantes sobre o futuro do país.

É por isso que é bem-vinda a medida, anunciada pelo Governo, de aumento da escolaridade obrigatória para doze anos. Prevista no programa deste Governo como no programa de Governos anteriores.

Depois de anunciado, o aumento da escolaridade para nove anos, foram precisos dez anos para o assegurar. Neste caso, adianta-se, desde já, que só em 2012 a nova meta será realidade. Os custos passarão, por inteiro, para o Governo seguinte. Mas ao contrário de outras medidas que não devem ser tomadas em final de legislatura, esta agradece-se. Mais vale tarde do que nunca.
 
 
Graça Franco
 
 
(Fonte: site RR)
publicado por spedeus às 18:55

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO