«Creio para compreender e compreendo para crer melhor» (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9) (Santo Agostinho, Sermão 43, 7, 9)

28
Mai 09
Guigues o Cartuxo (? - 1188), prior da Grande Cartuxa
 
«Quero que, onde Eu estiver, estejam também Comigo»
 
É necessário seguir Cristo, é necessário aderir a Ele, não O devemos abandonar até à morte. Como dizia Eliseu ao seu mestre: «Pelo Deus vivo e pela tua vida, juro que não te deixarei» (2R 2, 2). [...] Então, sigamos Cristo e unamo-nos a Ele! «A felicidade é estar perto de Deus» diz o salmista (72, 28). «A minha alma está unida a Ti, a Tua mão direita me sustenta» (Sl 62, 9). E São Paulo acrescenta: «Quem se une ao Senhor, forma com Ele um só espírito» (1Cor 6, 17). Não apenas um só corpo, mas também um só espírito. Do espírito de Cristo, todo o Seu corpo vive; pelo corpo de Cristo, chegamos ao espírito de Cristo. Por conseguinte, permanece pela fé no corpo Cristo e um dia serás um só espírito com Ele. Pela fé, estás desde já unido ao Seu corpo; pela visão, também serás unido ao Seu espírito. Não é que no alto vejamos sem o corpo, mas os nossos corpos serão espirituais (1Cor 15, 44).
 
«Para que todos sejam um só, como Tu, Pai, estás em Mim e Eu em Ti; para que assim eles estejam em Nós e o mundo creia»: eis a união pela fé. E mais adiante pede: «que eles cheguem à perfeição da unidade e assim o mundo reconheça»: eis a união pela visão.
 
 Eis o modo de nos alimentarmos espiritualmente do corpo de Cristo: ter n'Ele uma fé pura, procurar sempre, através da meditação assídua, o conteúdo desta fé, encontrar o que procuramos pela inteligência, amar ardentemente o objecto da nossa descoberta, imitar na medida do possível Aquele que amamos; e, imitando-O, aderir a Ele constantemente para chegarmos à união eterna.
 
 
(Fonte: Evangelho Quotidiano)
publicado por spedeus às 00:01

«Dá "toda" a glória a Deus. - "Espreme" com a tua vontade, ajudado pela graça, cada uma das tuas acções, para que nelas não fique nada que cheire a humana soberba, a complacência do teu "eu".» São Josemaría Escrivá – Caminho, 784 O ‘Spe Deus’ tem evidentemente um autor que normalmente assina JPR e que caso se justifique poderá assinar com o seu nome próprio, mas como o verdadeiramente importante é Deus na sua forma Trinitária, a Virgem Santíssima, a Igreja Católica e os seus ensinamentos, optou-se pela discrição.
NUNC COEPI - Blogue sugerido para questões de formação, doutrina, reflexões e comportamento humano
http://amexiaalves-nunccoepi.blogspot.com/
subscrever feeds
links
pesquisar neste blog
 
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

blogs SAPO